Auxílio Vale Gás: Cadastro, Inscrição Aqui

Saiba tudo sobre o auxílio Vale Gás através deste artigo, pois nele vamos mostrar como fazer o cadastro nesse benefício, o que é, como funciona, quem tem direito e muito mais.

O Vale Gás é um benefício que ainda gera muita dúvida entre as pessoas, mas saiba que o objetivo principal dele é ajudar as famílias mais pobres que vivem em situação de vulnerabilidade social e que precisam de ajuda para enfrentar os impactos causados pela pandemia do coronavírus.

Em virtude da pandemia do coronavírus, o país vem enfrentando uma instabilidade econômica bem grande e, por isso, vários estados e municípios estão implementando o auxílio Vale Gás para ajudar as famílias pobres que se encontram em situação de vulnerabilidade social e que estão inscritas no programa Bolsa Família.

O gás de cozinha é um dos itens que teve o maior aumento de preço, para se ter ideia só nesse ano de 2021 ele teve quatro altas. Muitas famílias não tem condições de comprar um gás, por isso esse benefício foi criado para ajudar essas famílias de baixa renda.

Atualmente o preço do gás está muito caro, em algumas regiões esse item está chegando a custar R$150,00. Mas, saiba que não são todos os estados que liberaram esse benefício, o pioneiro entre os governos estaduais a liberar essa medida foi o Governo do Ceará.

Além disso, o estado do Maranhão e de São Paulo também passou a conceder esse benefícios para a população. O Vale Gás vem ajudando muitas famílias pobres e o intuito é que esse programa se expanda cada vez mais.

Como cadastrar no Auxílio Vale Gás

Primeiro, é preciso saber se a sua família se encaixa nos requisitos do programa Vale Gás, depois é só fazer o cadastro. Saiba que só recebe o Vale Gás quem é inscrito no Bolsa Família, por isso é preciso ir até o CRAS da sua cidade realizar a sua inscrição e esperar pela aprovação.

Se no seu município não tiver CRAS, então você pode ir na prefeitura ou então no Centro de Assistência Social. Ao se dirigir à um desses locais é necessário estar com os seus documentos pessoais e de todos os membros da sua família.

Feito o cadastro é só esperar a resposta de aprovação e, se for aprovado mesmo você vai receber depois informações sobre o valor que vai ser concedido, como vai ser depositado, etc.

Quem tem direito ao Auxílio Vale Gás

Os requisitos para saber quem tem direito ao auxílio Vale Gás variam de região para região, por isso, o ideal é procurar o CRAS da sua cidade para saber mais. Porém, já fique sabendo que quem tem direito ao Vale Gás são os beneficiários do Bolsa Família, eles recebem um valor a mais do que o normal do Bolsa Família para comprar o botijão de gás.

É importante que você saiba que o Vale Gás é um benefício concedido pela Secretaria Municipal de Assistência Social de cada cidade. Portanto, são essas secretarias que definem quem tem direito à esse auxílio.

Se você recebe o bolsa família ou imagina que está dentro dos requisitos para receber o Vale Gás, então você deve buscar o Centro de Assistência Social da sua cidade ou então a prefeitura, para se cadastrar e começar a receber esse benefício que está ajudando milhares de famílias durante esse tempo difícil de enfrentamento do Covid-19.

Auxílio Vale Gás

Qual o valor do gás de cozinha hoje

O valor do gás de cozinha hoje está cerca de R$90,00, mas tem regiões onde o gás está mais caro ainda chegando a ultrapassar R$100,00. Portanto, saiba que o valor do gás vai variar de região para região, mas ele está bem caro mesmo.

O gás foi um dos itens que mais teve aumento de preço durante o período da pandemia. Para se ter uma noção, só no começo de 2021 ele teve quatro altas. Por isso que, pensando em ajudar as famílias mais pobres que não tem condições financeiras boas, algumas cidades já adotaram o programa Vale Gás.

Como se cadastrar nos benefícios do Governo

As famílias de baixa renda podem se inscrever no Cadastro Único mais conhecido como CadÚnico, que é um recurso disponibilizado pelo governo para conceder uma série de benefícios além da inscrição em programas como o Bolsa Família.

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal é uma ferramenta que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda. As famílias que são consideradas de baixa renda e podem se inscrever são aquelas que tem renda mensal por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar total de até três salários mínimos.

Com o Cadastro Único tem como conhecer melhor a realidade socioeconômica das famílias de baixa renda, pois ele tem informações sobre todo o núcleo familiar, as características da residência, as maneiras de acesso a serviços públicos essenciais, dados de todos os integrantes da família, etc.

Esses dados são utilizados pelo Governo Federal, pelos estados e pelos municípios para implementação de políticas públicas com o objetivo de promover a melhoria na vida das famílias mais necessitadas.

Os cidadãos que se inscreverem no Cadastro Único podem contar com vários benefícios que vão além do Bolsa Família, como: Programa Brasil Alfabetizado, Água para todos, Aposentadoria para Pessoas de Baixa Renda, Auxílio Emergencial, Bolsa Estiagem, Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Bolsa Verde, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), Carteira do Idoso, Casa Verde e Amarela, Carta Social, Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais, Crédito Instalação, ENEM, Programa Nacional de Crédito Fundiário, ID Jovem, Programas Cisternas, Serviços Assistenciais, Telefone Popular, Tarifa Social de Energia Elétrica, entre outros.

Se você se enquadra nos requisitos exigidos, então é só ir pessoalmente no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) da cidade onde você mora. Saiba que é preciso levar pelo menos um documento pessoal de todos os membros da família e um comprovante de residência atualizado, pode ser uma conta de água ou energia. As famílias indígenas ou quilombolas podem apresentar a RANI ou carteira de trabalho.