Consulta IPTU 2021: Como Realizar?

Todos os anos, donos de propriedades devem arcar com o pagamento do IPTU. Inclusive, pode ser que você pague por ele sem saber o que significa!

Neste artigo, você saberá mais sobre o assunto, além de conhecer valores, possibilidades de pagamento, e também o que fazer se ele passar da data de vencimento!

Todos os anos, o valor sofre reajustes, que variam com a inflação, reformas, valorização do imóvel, e muito mais.

Sendo assim, pode ser que o seu imposto esteja mais caro ou mais barato quando comparado aos anos anteriores.

Lembre-se de sempre comparar os preços, e caso haja discrepâncias, busque explicações com o setor responsável na prefeitura de sua cidade!

Qual o valor do IPTU 2021

Pode ser que você já tenha recebido o seu IPTU 2021 e esteja se perguntando porque ele difere do valor pago pelos seus vizinhos e amigos. Ou, caso ainda não tenha recebido, pode ser que queira saber qual será o valor.

O cálculo feito para saber quanto cada proprietário deverá pagar é o seguinte:

  • Alíquota x (número de metros quadrados da área construída x valor do metro quadrado daquele bairro).

A alíquota varia de 1 a 1,5% neste ano de 2021. 

Com isso, é possível perceber porque o seu vizinho paga menos ou mais que você. Imagine que a sua casa tem 150 m2 e a dele tem 160 m2 – esta pequena diferença já reflete no valor pago.

Quando surgirem dúvidas a respeito do cálculo, busque o setor responsável pela cobrança em sua cidade, para maiores esclarecimentos.

O que é o IPTU

O Imposto Predial e Territorial Urbano é conhecido popularmente pela sigla IPTU, e deve ser pago pelos proprietários de imóveis.

Este recurso é destinado para áreas diversas da cidade, a exemplo de:

  • Coleta de lixo;
  • Iluminação;
  • Limpeza pública;
  • Saúde e segurança;

Sobre a isenção do IPTU

Apesar de boa parte dos proprietários precisarem arcar com este imposto, há alguns casos em que há a isenção da taxa.

Obviamente, cada caso é um caso, e precisa ser avaliado individualmente. Mas, em geral, tem-se que os seguintes casos podem ser isentos da tarifa:

  • Propriedades como igrejas, escolas e faculdades;
  • Indivíduos portadores de necessidades especiais e/ou determinadas doenças;
  • Imóveis que pertençam a sindicatos, partidos políticos, estado ou mesmo município;
  • Aposentados e pensionistas que tenham mais de 60 anos;

Portanto, esteja atento para saber se você possui a obrigatoriedade de pagamento ou não.

Onde pagar o IPTU 2021

Em tempos de pandemia, as pessoas devem evitar aglomerações, incluindo bancos e lotéricas. 

Este pode ser considerado um desafio quando se fala em pagamento do IPTU 2021, visto que ele vem como um boleto.

Em geral, o carnê do IPTU pode ser pago em:

  • Bancos: do Brasil, Santander e Bradesco;
  • Caixa Econômica Federal (inclusive em pontos autorizados);
  • Nas lotéricas.

Sendo assim, programe-se para ir em horários de menor lotação, e realize o pagamento com antecedência sempre que possível – afinal, na data de vencimento estes locais provavelmente estarão cheios!

Como pagar o IPTU

Agora que você já sabe o que é, como é calculado e onde pagar o IPTU, é provável que queira saber como ele deve ser pago, não é?

Em geral, tem-se que o imposto pode ser pago de duas formas:

  • Em uma única parcela, podendo receber um desconto que varia de 10 a 20% (a depender do que for instituído pela prefeitura);
  • Parcelado, desta vez sem o desconto mencionado anteriormente.

Sempre que possível, prefira a modalidade com desconto, afinal, este é um dinheiro que pode ser poupado!

IPTU 2021 atrasado, o que fazer?

Se por algum motivo você esqueceu ou mesmo não recebeu o seu carnê de IPTU 2021 a tempo de pagá-lo, saiba que é necessário solicitar a segunda via!

Para isso, siga o passo a passo a seguir:

  • Consulte o site da sua prefeitura (por exemplo, quem mora em Curitiba, deve entrar no site da cidade de Curitiba);
  • Encontre a opção “IPTU”, a qual geralmente se encontra em uma área visível próxima as datas de pagamento;
  • Informe o número do seu imóvel e/ou outros dados pessoais que forem solicitados;
  • Encontre a opção “segunda via de IPTU”;
  • Escolha a data/mês de emissão.

Muito simples, concorda? Agora que você já tem a segunda via em mãos, lembre-se de pagá-la dentro do prazo instituído, para evitar que mais juros sejam cobrados!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui