Consulta Auxílio Emergencial 2021 (Atualização) Cadastro, Receber

A seguir vamos mostrar tudo sobre a consulta auxílio emergencial 2021, como fazer a atualização, quais os valores que serão liberados nesse ano, calendário, data de pagamento e muito mais.

Quando estava próximo a retomar o pagamento do auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal convidou os usuários do aplicativo Caixa Tem a atualizar as informações cadastrais no aplicativo.

O auxílio emergencial é um benefício financeiro criado pelo Governo Federal destinado a trabalhadores informais, autônomos, desempregados e microempreendedores individuais, e tem o intuito de fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do coronavírus.

A Caixa age como agente operador desse benefício e a origem dos recursos para pagamento é do Governo Federal, por intermédio do Ministério da Cidadania. E, durante todo esse tempo o auxílio vem ajudando muitos brasileiros.

No dia 18 de março as regras para o pagamento do auxílio emergencial 2021 foram divulgadas. O novo auxílio emergencial 2021 é uma rodada nova do benefício pago ao longo do ano passado e do começo desse ano.

O intuito é minimizar os efeitos da pandemia do Covid-19 causadas principalmente nas pessoas mais pobres, trabalhadores informais e desempregados, que tiveram a renda afetada durante a pandemia. Ao todo, vão ser pago quatro parcelas com valores entre R$150,00 e R$375,00 variando de acordo com a composição familiar.

Quem tem direito ao Auxílio Emergencial 2021

O auxílio emergencial em 2021 vai ser pago só para quem já estava cadastrado para receber esse benefício em 2020 e seguiu elegível até as últimas parcelas, portanto não haverá novos cadastros. Porém, mesmo quem já recebia o benefício vai ser avaliado novamente, para que o governo veja se a pessoa continua elegível ainda para receber.

Para ser aceito os principais critérios analisados são: estar desempregado ou sem renda, não ter recebido em 2019 rendimentos tributáveis acima de R$28.559,70, não receber outros benefícios e não ter tido o auxílio emergencial no ano de 2020 cancelado.

Confira agora os critérios que impedem o usuário de receber o auxílio:

  • Se ele recebe outros benefícios, como assistencial, previdenciário, trabalhista ou de programa de transferência de renda federal, exceto Bolsa Família e abono-salarial;
  • Se tem vínculo empregatício, como carteira assinada;
  • Se possui renda familiar per capita acima de meio salário mínimo;
  • Caso tenha recebido no ano de 2019 rendimentos tributáveis acima de R$28.559,70;
  • Se for membro de uma família que tem a renda mensal total maior que três salários mínimos;
  • Quem tinha, até o dia 31 de dezembro de 2019, a posse ou a propriedade de bens ou direitos como terra ou imóveis, no valor total maior que R$300.000,00;
  • Se tiver recebido em 2019, rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados de forma exclusiva na fonte, com soma maior que R$40.000,00;
  • Se tiver incluído no ano de 2019, como dependente de alguém que declarou o Imposto de Renda nas condições citadas acima;
  • Se for menor de 18 anos de idade, exceto as mães adolescentes;
  • Se for estagiário, residente médico ou residente multiprofissional que esteja recebendo bolsa de estudo da Capes, CNPq ou outras bolsas de estudo concedidas por órgão público municipal, distrital, estadual ou federal;
  • Se for residente no exterior;
  • Presos em regime fechado ou com CPF vinculado ao auxílio reclusão;
  • Quem não movimentou os valores depositados anteriormente na conta poupança social da Caixa;
  • Pessoas com indicativo de óbito ou com o CPF ligado a pensão por morte de qualquer natureza;
  • Se teve o auxílio emergencial e auxílio emergencial residual cancelados.
LEIA TAMBÉM ESSE POST:  Onde Assistir Atlético-MG x Flamengo Ao Vivo

Consulta Auxílio Emergencial 2021 cadastro:

Confira agora como consultar auxílio emergencial 2021:

  • Entre no Portal de Consultas no site do Governo;
  • Digite seu nome completo;
  • Nome da mãe, se tiver registro de mãe, se não tiver é só clicar na opção Mãe desconhecida;
  • Agora a data de nascimento;
  • Toque em Não Sou um Robô e em Enviar.
É importante ressaltar que quem recebeu o auxílio no ano de 2020 poderá fazer parte dos novos contemplados, se estiver dentro dos requisitos mencionados. E, o governo federal não vai permitir novos inscritos para a rodada desse ano.
Consulta Auxílio Emergencial 2021

Como fazer atualização

Para fazer a atualização é bem simples, é só acessar o aplicativo e seguir as recomendações. Para isso, entre no aplicativo e toque em Atualizar Cadastro e envie a documentação solicitada, normalmente é pedido fotos de documentos pessoais e também um registro tipo selfie junto com os documentos.

No ano de 2020, o aplicativo Caixa Tem foi utilizado por milhões de brasileiros para receber o auxílio emergencial disponibilizado pelo governo federal, que tem o intuito de ajudar a amenizar os impactos econômicos causados pela pandemia do coronavírus.

A Caixa Econômica Federal abriu mais de 105 milhões de contas poupança social digital em 2020 de modo gratuito, o que promoveu a inclusão social e financeira de 35 milhões de brasileiros que nunca tiverem sequer contas em banco. Dessa forma, ele acabou se tornando também o aplicativo mais baixado de 2020 no Brasil, com mais de 300 milhões de downloads.

Inclusive, o aplicativo também serviu para a realização de outros pagamentos do governo, como o abono salarial do PIS/Pasep, o saque emergencial do FGTS, o BEm benefício emergencial pago a quem teve o salário reduzido e outros benefícios do Bolsa Família.

LEIA TAMBÉM ESSE POST:  Consultar PIS - Pasep 2021 (Saldo)

Sobre a atualização do Auxílio Emergencial 2021

A Caixa Econômica Federal liberou a atualização dos dados cadastrais dos usuários do Caixa Tem. Foi divulgado um calendário e a atualização deve seguir ele. Porém, a Caixa explicou que a atualização não é obrigatória e as pessoas que tiveram direito ao auxílio emergencial ou outro benefício social poderão receber até mesmo sem fazer a alteração.

O bom é que o procedimento da atualização dos dados cadastrais pode ser feito por meio do celular, oferecendo maior segurança e conforto aos usuários, que não precisam ir até uma agência do banco para fazer isso.

Quais os valores do Auxílio Emergencial 2021

Normalmente, o valor das parcelas vão ser de R$250,00, porém isso vai depender da chamada formação familiar do beneficiário, entenda:

  • Para os usuários que moram sozinho, o valor de cada parcela será de R$150,00;
  • As famílias com mais de uma pessoa e que não são chefiadas por mulheres devem receber R$250,00;
  • Famílias comandadas por mulheres receberão R$375,00.

É importante ressaltar que o Auxílio Emergencial de 2021 está limitado a um beneficiário por família. Isso quer dizer que, mesmo que duas pessoas que moram na mesma casa se encaixem nos requisitos do benefício, somente uma vai poder receber o novo auxílio.

Calendário e data de pagamento

O pagamento do novo auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família vai começar a ser pago a partir do dia 16 de abril. O cronograma de pagamento segue o mesmo estilo do calendário original do programa social, sendo pago nos dez últimos dias úteis de cada mês.

A ordem de pagamentos vai depender do último digito do Número de Identificação Social (NIS). O sistema de pagamentos para inscritos do Bolsa Família é o mesmo usado pelo governo nos pagamentos do auxílio em 2020.

Portanto, o pagamento vai seguir o cronograma normal do benefício, que vai depender do final do NIS. Na primeira etapa do pagamento do auxílio de 2020 foi usada a mesma sistemática. Confira o calendário do novo auxílio emergencial Bolsa Família e fique atento para não perder as datas de pagamento:

Abril:

Final NIS Recebe a partir de
1 16/04
2 19/04
3 20/04
4 22/04
5 23/04
6 26/04
7 27/04
8 28/04
9 29/04
30/04
Maio:
Final NIS Recebe a partir de
1 18/05
2 19/05
3 20/05
4 21/05
5 24/05
6 25/05
7 26/05
8 27/05
9 28/05
31/05
Junho:
Final NIS Recebe a partir de
1 17/06
2 18/06
3 21/06
4 22/06
5 23/06
6 24/06
7 25/06
8 28/06
9 29/06
30/06
Julho:
Final NIS Recebe a partir de
1 19/07
2 20/07
3 21/07
4 22/07
5 23/07
6 26/07
7 27/07
8 28/07
9 29/07
30/07

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui